Líderes de movimentos sociais participam de encontro no Incra

07/10/2016:
Objetivo é debater políticas voltadas à Agricultura Familiar e Reforma Agrária

Durante dois dias, Governo Federal e movimentos sociaisvoltam a discutir políticas para Agricultura Familiar e Reforma Agrária. O encontro será realizado nesta quarta (5) e quinta (6), na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Brasília.

Representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar no Brasil (Contraf), e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) estão entre as 40 lideranças que participam do encontro. Pelo governo, está confirmada a presença do secretário especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento, José Roseno e do presidente do Incra, Leonardo Góes.
 
A proposta orçamentária do governo para 2017 será uma das pautas. Com previsão de deficit de 139 bilhões de reais, o corte de verbas para programas federais, relativos à questão agrária, preocupa as lideranças, como destaca o coordenador-geral da Contraf, Marcos Rochinski.
 
"Nós entendemos que, pela importância social e econômica que a reforma agrária e a agricultura familiar tem no nosso país, a gente não pode entrar tendo cortes, ou tendo previsão de orçamento menor do que aquilo que a gente já vinha tendo em 2015.  E se a gente não se entender nas mesas de negociação, a forma com que a gente vai pressionar o governo será através das lutas sociais." argumenta Rochinski.

Outras reivindicações também serão apresentadas. Entre elas, a continuidade do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), assistência técnica e extensão rural e intervenção do governo e forças armadas para dar fim aos conflitos do campo.
  
A expectativa dos movimentos é que, na quinta-feira à tarde, o resultado dos dois dias de trabalho será apresentado na Casa Civil, para o ministro da pasta,  Eliseu Padilha.
 
 Também são destaques do Jornal da Amazônia 1ª Edição desta quarta-feira (5): Roraima e Tocantins comemoram hoje mais um ano de emancipação política; Ministério Público interdita matadouro na cidade de Porto de Moz, no Pará.
 
O Jornal da Amazônia 1ª Edição vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 7h45, na Rádio Nacional da Amazônia, uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Fonte: http://radios.ebc.com.br/jornal-da-amazonia-1a-edicao/edicao/2016-10/lideres-de-movimentos-sociais-participam-de-encontro-no-incra

[ Voltar ]