Paraenses conhecem trabalhos da Emater goiana

21/10/2016:
Os modelos de extensão e pesquisa executados pela Emater goiana foram apresentados a dirigentes da Emater do Pará. A integração da pesquisa com a Ater chamou a atenção do presidente da Emater-PA, Paulo Pedroso.

O dirigente comentou que a instituição paraense não desenvolve pesquisa, mas que tem interesse em implantar a área. Pedroso também destacou que a estrutura da Emater “é realmente inovadora” e que pretende levá-la para seu Estado, e adaptá-la à realidade da entidade nortista, além de procurar o crescimento da Emater Pará assim como do produtor rural.

Durante a visita nesta terça e quarta-feira, dias 18 e 19, o presidente da Emater, Pedro Arraes, destacou a trajetória de construção da Agência que envolve a entidade, o governo e a sociedade. Também ressaltou sobre a integração dos eixos de pesquisa, assistência técnica e extensão rural (Ater) na elaboração da identidade da instituição como Agência de Inovação Rural do Estado de Goiás. Foram apresentados ainda, os projetos do Sistema Integração Lavoura-Pecuária- Floresta e doSelo de Indicação Geográfica do Açafrão de Mara Rosa, assim como a participação da Emater em projetos do governo como o Inova Goiás e o Goiás Mais Competitivo.

Presidente da Emater-PA destaca inovação da Emater goiana. Foto: Emater / Nivaldo Ferr

Presidente da Emater-PA destaca inovação da Emater goiana. Foto: Emater / Nivaldo Ferr

Os visitantes também conheceram os modelos de acompanhamento de metas e resultados, de convênios e de comunicação para a inovação realizados pela Emater. Na quarta-feira, dia 19, o grupo também visitou a Estação Experimental de Nativas do Cerrado, localizada no Campus 2 da Universidade Federal de Goiás.

Rede de Inovação

Pedro Arraes ressalta a importância da atuação conjunta dos três eixos da Emater. Foto: Emater / Nivaldo Ferr

Pedro Arraes ressalta a importância da atuação conjunta dos três eixos da Emater. Foto: Emater / Nivaldo Ferr

O grupo paraense também conheceu a nova metodologia de extensão rural desenvolvida pela Emater: a Rede de Inovação Rural. A proposta visa a emancipação dos produtores, levando em conta a gestão das propriedades junto às famílias, comunidades e organizações rurais. O modelo de assessoramento prioriza a realização de parcerias público-privadas com agricultores e outras entidades com o objetivo de ampliar o acesso à assistência técnica e extensão rural.

Fonte: http://www.goiasagora.go.gov.br/paraenses-conhecem-trabalhos-da-emater-goiana/

[ Voltar ]