Engenharia Unida é destaque em seminário do Crea-SC

01/12/2016:
Profissionais e lideranças da área tecnológica participaram na noite de quarta-feira (30/11) do II Seminário de Valorização Profissional, realizado no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (Crea-SC), em Florianópolis.

Pinheiro apresenta o movimento Engenharia Unida no Crea de Santa Catarina. Foto: Paula Bortolini.

A programação incluiu palestras e debates sobre temas relevantes como: “Engenharia Unida”, pelo presidente da FNE, Murilo Pinheiro; e “A Interação das Engenharias e a Importância dos Profissionais no Mercado de Trabalho”, pelo presidente da Matec Engenharia SP, Luiz Augusto Milano. Os trabalhos foram iniciados com um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da Chapecoense.

À abertura, o presidente do Crea catarinense, Carlos Alberto Kita Xavier, disse que o objetivo do seminário era “evidenciar e valorizar o papel dos profissionais do Sistema Confea/Crea como agentes transformadores da sociedade, promotores da segurança e da qualidade de vida da população”. E conclamou: “O Brasil necessita urgente de um projeto de desenvolvimento em longo prazo com a participação efetiva dos profissionais da área tecnológica, tendo como vanguarda o conhecimento técnico científico.”

Pinheiro, inicialmente, falou sobre o pesar e comoção do Brasil em relação à tragédia com o time da Chapecoense e jornalistas, solidarizando-se com o povo de Santa Catarina e de Chapecó. Na palestra, a liderança apontou as preocupações nacionais com as medidas governamentais, destacando as votações recentes da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55 e do pacote anticorrupção. Além disso, salientou Pinheiro, as obras paradas também causam preocupação e criam um ambiente de insegurança ao desenvolvimento nacional, defendendo a retomada urgente desses empreendimentos. Sobre essa questão, o dirigente falou da importância da Frente Parlamentar Mista da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento criada pelo deputado federal Ronaldo Lessa (PDT-AL), no dia 22 de novembro último, em Brasília.

O presidente da FNE, tomando como base a Carta de Barra Bonita, resultado do encontro da Engenharia Unida, realizado entre 24 e 26 de novembro último, defendeu a importância de um pacto nacional, a partir do qual se pense num grande planejamento para a retomada dos investimentos públicos e privados.  São atitudes urgentes para enfrentar a delicada situação pela qual passa o País, “com 12 milhões de desempregados”. Ele ressaltou o papel protagonista que engenheiros e demais profissionais da área técnica têm na formulação de propostas para saída da recessão e da contribuição da FNE com o projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento” – criado em 2006 pela entidade e que reúne um conjunto de propostas técnicas para diversas áreas.

Nesse sentido, Pinheiro cobrou a inclusão dessas categorias no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o chamado “Conselhão”, cujas atividades foram retomadas pelo governo Temer no dia 21 de novembro. O dirigente informou que tal pleito da Engenharia Unida já foi encaminho ao presidente da República.

Na mesma linha em defesa do desenvolvimento e da justiça social, Pinheiro observou que o País precisa evitar um quadro ainda maior de instabilidade o que será impossível caso sejam retirados direitos adquiridos dos trabalhadores constantes na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), mostrando que tal luta também faz parte da valorização profissional dos engenheiros.

Apesar do cenário complicado do País, Pinheiro fez questão de dizer que está otimista quanto ao futuro e que acredita na força da Engenharia Unida para contribuir muito no processo de retomada do crescimento. “Os cidadãos esperam isso dos profissionais da área tecnológica”, vaticinou. Por fim, Pinheiro convidou os presentes a participarem efetivamente do movimento com sugestões, discussões e propostas.

Prestigiaram a abertura do evento os coordenadores adjunto da comissão de Valorização Profissional, Cesar Luiz Corbellini, do Colégio de Diretores Regionais do Crea-SC, Abelardo Pereira Filho; o presidente do Senge-SC, Fábio Ritzmann, e o diretor José Antônio Latrônico Filho; o diretor da Credcrea, José Wilson Alexandre e os diretores da FNE Carlos Bastos Abraham e José Carlos Rauen. O evento tem a coordenação do conselheiro do Senge no Crea-SC, Cesar Corbelini.

Rosângela Ribeiro Gil
Comunicação Seesp
Com informações da assessora da presidência Paula Bortolini e do Crea-SC

Fonte: http://www.fne.org.br/index.php/todas-as-noticias/3882-engenharia-unida-e-destacada-em-seminario-do-crea-sc

[ Voltar ]